11 DE janeiro DE 2018

UnB domina Olimpíada Brasileira de Contabilidade

POSTADO POR:  unb notícias

Estudantes de graduação levaram os três primeiros lugares na terceira edição do torneio. Número de inscritos foi recorde

UnB conquistou os três primeiros lugares da Olimpíada Brasileira de Contabilidade 2017. Foto: Beto Monteiro/Secom UnB

Álvaro Bragança e Marcus Guilherme Cruz ingressaram no curso de Ciências Contábeis no primeiro semestre de 2015. Ricardo Monteiro entrou no segundo semestre de 2017, mas foi aluno especial do curso no 2º/2016 e no 1º/2017. Álvaro pensava em cursar Economia. Marcus também cogitou a possibilidade, além de Engenharia Ambiental. Na dúvida, ambos escolheram a área da contabilidade. Dois anos depois, os colegas formam, junto com Ricardo, o pódio da terceira edição da Olimpíada Brasileira de Contabilidade (OBC), realizada em outubro de 2017 na UnB. Álvaro ficou em primeiro lugar, Ricardo em segundo e Marcus em terceiro. O trio de brasilienses disputou com estudantes de outras 11 universidades brasileiras.

A olimpíada é um projeto de extensão coordenado pelos professores Fátima Freire e Edmilson Soares Campos, do Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais (CCA) da UnB. “A OBC é uma competição estudantil com objetivo de fornecer a alunos e professores das instituições de ensino superior um novo mecanismo de avaliação durante a formação discente, contribuindo com elementos para reflexões sobre ensino e aprendizagem da contabilidade”, comenta Fátima Freire.

A competição é dividida em duas etapas. A primeira é interna a cada instituição de ensino; a segunda é nacional. O vice-campeão Ricardo Monteiro estreou nesta edição. Para o campeão e o terceiro colocado, esta foi a segunda experiência. Em 2016, Álvaro e Marcus tiveram bom desempenho na etapa interna. Sendo que o último se qualificou para a disputa nacional, encerrando a participação no sexto lugar geral. 

“A experiência é significativa, pois nas provas são cobrados conteúdos de todo o curso”, avalia o vencedor em 2017. O campeonato cobra disciplinas de contabilidade básica, fiscal, pública, societária, teoria contábil, econômico-financeira, custos, perícia e análise.

Álvaro Bragança e Marcus Guilherme Cruz, primeiro e terceiro colocados da Olimpíada Brasileira de Contabilidade 2017. Foto: Beto Monteiro/Secom UnB

Ficar à frente de universidades com tradição em contabilidade foi outro ponto positivo destacado pelos estudantes. “A Universidade Federal de Minas Gerais é bastante respeitada na área e conseguimos ficar em melhor colocação que os estudantes de lá. Enxergamos isso como um reconhecimento ao nosso trabalho e esforço”, destaca Álvaro.

“Dá orgulho pessoal”, completa Marcus, que ressaltou o estímulo ao aumento de intensidade nos estudos como importante legado deixado pela competição.

O vice-campeão Ricardo Monteiro já considera a perspectiva de futuros ganhos oriundos da OBC. “Penso que um bom resultado na prova agrega valor ao currículo acadêmico do aluno de Ciências Contábeis, principalmente daquele que visa dar continuidade aos estudos na pós-graduação."

HISTÓRICO  A primeira edição da OBC ocorreu em novembro de 2014, com as Olimpíadas Internas da UnB. “A partir daí, a competição teve sua efetivação como um exame aplicado aos alunos de Ciências Contábeis”, lembra Fátima Freire, coordenadora do projeto. No ano seguinte, depois de testados os mecanismos de avaliação na UnB, a metodologia foi replicada na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), no Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) e no Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), que cadastraram o projeto, em suas unidades, como atividade extraclasse, de modo a promover olimpíadas internas.

Desde 2015, as Olimpíadas Internas de Contabilidade (OIC) ocorrem nas instituições de ensino superior participantes, correspondendo à primeira fase da OBC. Dessas competições locais, são selecionados os cinco melhores estudantes de cada instituição para participar da etapa nacional. Em 2016, o projeto contou com a participação de 11 instituições. Já em 2017, foram 14 e mais de 500 estudantes de todo o país.



 

 

Fonte: http://www.noticias.unb.br//publicacoes/67-ensino/2017-unb-domina-olimpiada-brasileira-de-contabilidade 


 

22 DE DEZEMBRO DE 2017

Campeão brasileiro de Contabilidade fala sobre seus estudos

POSTADO POR:  JI News

 

O ex-aluno marista, Álvaro Bragança Marques, que cursa o terceiro ano de Ciências Contábeis na Universidade de Brasília (UnB), venceu a Olimpíada Brasileira de Contabilidade (OBC), garantindo o primeiro lugar, dentre os 500 inscritos nessa competição estudantil para o ensino superior.

De acordo com Álvaro, a base educacional que recebeu desde o 3º ano do Ensino Fundamental, concluído na 3ª série do Ensino Médio, no Colégio Marista Brasília Asa Sul, foi importante para ajudá-lo na escolha do curso e no interesse por desafios de autoconhecimento.

“A matemática sempre foi minha disciplina preferida, graças ao professores que tive e que me ensinaram a usar o pensamento lógico e rápido nos cálculos, e esses ensinamentos até hoje influenciam no meu bom desempenho na faculdade e nas provas de conhecimento. Não tenho dúvidas de que os incentivos do Marista me ajudaram na escolha do curso, e na conquista da OBC”, afirma.

A OBC é um projeto departamento de Ciências Contábeis e Atuariais da UnB, que surgiu como recurso pedagógico para promover uma competição entre os estudantes de ensino superior, além de cativar o interesse dos jovens pela Ciência Contábil.

Álvaro, que participou este ano pela primeira vez na competição nacional, já realizou a prova duas vezes na Olimpíada Interna de Contabilidade (OIC), realizada na UnB. São as provas internas que classificam os estudantes para a segunda fase, na etapa final.

“Eu alcancei 82,75 pontos na prova da OBC. Ter disciplina e foco ao estudar é fundamental para que se transforme em um hábito. No Colégio Marista Brasília aprendi muito com simulados, provas específicas, olimpíadas do conhecimento e com um projeto chamado Estudos Cooperativos Solidários, que consistia em aprender enquanto ensinávamos outros colegas”, conta Álvaro.

De acordo com o campeão da OBC 2017, o projeto solidário foi uma oportunidade que o Colégio Marista Brasília Asa Sul proporcionou a ele, que mantém essa prática, ensinando enquanto continua aprendendo. Álvaro garante que ser solidário na educação é uma de suas metas de vida.

“Ouvi certa vez do meu professor de filosofia no Marista, que o saber não é estático e completo por si. Ele deve sempre estar em movimento e ser útil para todos. Até hoje ajudo colegas, e o espírito de solidariedade é muito gratificante. O conhecimento pode ser repassado de forma positiva, criando um ambiente solidário e coletivo. Desejo alcançar meus objetivos pessoais, mas, também, contribuir na sociedade com minha profissão e atuação”, concluiu.

 

Fonte: http://jinews.com.br/noticia/campeao-brasileiro-de-contabilidade-fala-sobre-seus-estudos-
 
 
Resultado da III Olimpíada Brasileira de Contabilidade, ano 2017
 
Os organizadores da III Olimpíada Brasileira de Contabilidade parabenizam os 500 alunos de 14 instituições de ensino superior que participaram da versão de 2017.Cinco alunos do curso de Ciências Contábeis de cada IES (UnB, UFPB, UFPA, IESP-PB, UFRN, UFMG, UFF, UFPE, UFES, Unipê, UFS, UNIRN, FGV-Nova Roma e FSF-RJ) foram selecionados para participarem da segunda fase da competição que ocorreu no mês de outubro de 2017. A prova contendo matéria e conteúdo de contabilidade, sendo as principais contabilidade geral, tributária, custos e gerencial, auditoria, perícia, análise das demonstrações contábeis, teoria contábil, foi elaborada, corrigida e analisada pelos professores das IES envolvidas na organização das olimpíadas internas de contabilidade e da Olimpíada Brasileira de Contabilidade.
Seguem os 5 melhores colocados da 3ª edição da OBC, ano 2017.

UNB

Alvaro Bragança Marques

UNB

Ricardo Monteiro Ferreira

UNB

Marcus Guilherme Cruz Ventura

IESP-PB

Anderson Barros Santos

UFPB

Lucas Brasil Casimiro

 

Resultado completo 

 

 foto

 Alváro Bragança, Ricardo Monteiro e Marcus Guilherme na cerimônia de premiação da III OBC. 

 

 


Resultado da II Olimpíada Brasileira de Contabilidade, ano 2016


No dia 22 de outubro, 39 alunos das IES - Maurício de Nassau, Nova Roma, UnB, UFPB, UFG, UFES, UFPE, IESP, UFCG, UFRN e UFBA - participaram da 2ª fase da OBC, 2016.

Uma prova elaborada em conjunto, contendo os principais temas e áreas da contabilidade, serviu de base para escolher os melhores do ano. A Coordenação Geral e os Coordenadores Internos das IES envolvidas parabenizam os seus alunos pela dedicação e resultado obtido.

Seguem os 15 melhores colocados da 2ª edição da OBC, ano 2016.

1º Renato da Rocha Feitoza, UnB

2º Thayanne Costa da Silva, UnB

3º Larissa Hage Firme, UFES

4º Murillo Alves Chagas Cipriano, UnB

5º Hugo Leonardo da Rocha Silva, UFPE

6º Marcus Guilherme Cruz Ventura, UnB

7º Fernando Souza Santos, UFBA

8º Walter luis Leite Carvalho de Miranda, UFRN

9º Alberto Leite Câmara, UnB

10º Horácio da Silva do Nascimento, UFPB

11º Larissa Maira Vieira dos Santos, UFBA

12º Joabe Demétrio Fernandes de Macedo, UFPB

13º NiltonTorres da Silva Junior, UFRN

14º Wagner José Lima Filho, UFG

15º Saul da Silva Oliveira, Faculdade Nova Roma

Coordenação Geral

Profa. Fátima de Souza Freire - UnB e Prof. Edmilson Soares Campos - UnB

Coordenadores Internos (Locais)

Profa. Carla Janaina Ferreira Nobre – IESP

Prof. Davi Jônatas Cunha Araújo – FMN

Prof. Edmilson Campos Soares - UnB

Prof. Ednei Morais Pereira – UFG

Prof. Joseilton Silveira da Rocha – UFBA

Prof. Luiz Felipe de A. Ponte Girão - UFPB

Profa. Márcia Ferreira Neves Tavares – UFPE

Profa. Márcia Maciel – UFES

Profa. Ivanielly Deyse de Paiva Moura – UFRN

Prof. Paulo César de Melo Mendes – UnB

Prof. Ronaldo José Rêgo de Araujo – UFRN


16 DE JULHO DE 2015

IES realizam a primeira edição das Olimpíadas Brasileiras de Contabilidade

POSTADO POR: COMUNICAÇÃO CFC


Estudantes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade de Brasília estão entre os vencedores da 1ª edição das Olimpíadas Brasileiras de Contabilidade, que abordou os principais conteúdos das Ciências Contábeis: Teoria Contábil, Societária, Auditoria, Custos e Gerencial, Perícia, Tributária, Contabilidade Pública e Orçamentária, Análise das Demonstrações Financeiras.

A segunda etapa das Olimpíadas ocorreu no mês de julho, nas sedes das cinco Instituições de Ensino Superior: UnB, UDF-DF, UFPE, UFPB e UNIPÊ. Os candidatos enfrentaram uma maratona de quatro horas para realizar uma prova contendo 50 questões subjetivas e uma subjetiva.

Confira o nome dos três primeiros colocados:

1º LUGAR- Geisa Cassiana Paulino da Silva (74,50 pontos)
Instituição: Universidade Federal da Paraíba

2º LUGAR – Mayke Douglas Xavier de Lima (72,34 pontos)
Instituição: Universidade Federal de Pernambuco

3º LUGAR – Camila Oliveira Santos (66,14 pontos)
Instituição: Universidade de Brasília

Fonte: http://www.portalcfc.org.br/noticia.php?new=21865